28/01/2016

LUNETAS - desenho de observação da paisagem

Documentação da oficina que o artista Tiago Judas realizou em duas Escolas Estaduais de Sorocaba,oferecendo aos alunos uma experiência com desenho a partir de um olhar através de suas LUNETAS.
 vídeo realizado por Alexandre Silveira e Ellen Nunes. Ação integra a Trienal de Artes - FRESTAS no Sesc Sorocaba com curadoria de Josué Mattos e curadoria do educativo de Ana Teixeira, Jorge Menna Barreto e Samantha Moreira.

DESENHO DE OBSERVAÇÃO EM MOVIMENTO

Esta oficina pode ser para o público adulto ou infantil e a proposta é estimular o participante a soltar seu traço na hora de trabalhar com observação de modelo vivo. O modelo é uma bailarina, que pode ficar em pausa ou em movimento, que pode se mover lentamente ou em grande velocidade, num espaço pequeno ou a uma distância grande do observador. Um desafio que resulta em um traço mais livre e um o olhar mais atento!
No início a bailarina fica em posições estáticas, por até 10 minutos, e o professor pode propor diferentes técnicas para o desenho, como desenho cego ou com a mão esquerda; e diferentes materiais e suportes. Com o tempo, as pausas vão ficando mais curtas, 7 minutos, depois 5, e assim por diante, até que a mudança de uma posição para outra vire de fato uma dança. A partir do momento em que começa a dançar mais livremente, a bailarina pode explorar mais as possibilidades do espaço, se distanciar, saltar, girar, e os alunos podem sair da mesa e, com a prancheta, ter também liberdade de escolher sua relação espacial com a modelo.Essa proposta foi utilizada em uma aula do curso de desenho no MAM, e percebeu-se que pode gerar muitos desdobramentos se repetida em várias aulas.
LINQUE com um trecho da aula em vídeo:
https://www.instagram.com/p/9L9dA4Sqcj/

bailarina Adriana Nunes em aula de desenho no MAM-SP

CONSTRUÇÃO COM PAPELÃO - MIS e Fábricas de Cultura


1) Em duplas ou até em 3 participantes, podendo ser pais e filhos, serão distribuídos os materiais que simplesmente consistem em caixas de papelão e fita adesiva.
2) Sob a minha orientação e de um auxiliar, será modelada a estrutura que será apresentado como base.
3) Uma vez pronta, a estrutura será revestida com pedaços de caixas e a fita-adesiva.
4) É possível customizar o projeto escolhendo as próprias estampas das caixas, o que abrange um grande número de possibilidades como imagens de frutas, letras, números, etc...
5) Brincar








MONTA MONSTRO - Sesc Belenzinho


MONTA MONSTRO - Sesc Belenzinho e Sesc Santos

- Primeiramente, faremos uma brincadeira Dadaísta, como aquecimento, onde o papel é dobrado em 3 partes e pedaços do corpo do personagem será desenhado por diferentes participantes, sem que um veja o desenho do outro. Quando desdobrado o papel forma-se uma criatura somando desenho de todos, cabeça-tronco-membros. 
- Segunda etapa, que dá o nome a oficina, é a realização do MONTA MONSTRO Três cubos de 10 x 10 são disposto para cada grupo. Eles dividirão a tarefa de preencher em todas as faces do cubos com o desenho da cabeças de um personagem, no outro cubo com o tronco e membros superiores e no terceiro cubo os membros inferiores, seja rabos, garras, tentáculos, etc…
Uma vez empilhado esses cubos, surgem diversas possibilidades de formação de personagens, girando um cubo muda a cabeça, girando o outro cubo muda o tronco e assim por diante.
No final, os participantes podem levar esse brinquedo, feito por eles, para casa!!!





PINTANDO A MESA AO SOM DE VITROLA - MAM-SP

 
uma das aulas de desenho MAM-SP programa Igual/Diferente

aula de desenho A LINHA

   uma das aulas de desenho no MAM-SP programa Igual/Diferente

AULAS de DESENHO no programa IGUAL/DIFERENTE no MAM-SP

 
Aulas de desenho no programa Igual/Diferente no MAM-SP. O programa oferece cursos gratuitos que convidam o público a fazer e pensar a arte em um ambiente criativo e acessível a todos, independente de suas condições física, social ou psíquica.





oficina "A Pintura de Dentro e a Pintura de Fora" no CCBB após visita a exposição Picasso e a Modernidade Espanhola

Pintamos com giz pastel sobre caixas desmontadas. Quando montamos as caixas uma pintura ficou dentro e a outra ficou fora. Partindo dessa percepção pensamos nos opostos complementares, claro e escuro, quente e frio, dentro e fora e como as cores podem representar isso em uma pintura. Foi muito divertrido também perceber que uma linha reta quando a caixa foi montada fez uma curva na dobra do papel, fragamentando toda a imagem. O que de inicio era bidimensional agora com a caixa dobrada ficou tridimensional.





HQ do aluno de 7 anos